terça-feira, 9 de novembro de 2010

Publico de arquivo

Estou muito ocupado nos últimos dias, tenho que cuidar quase pessoalmente de um outro blog, este daqui, e não tenho mais tempo de ficar cuidando deste blog que é uma paixão que tenho.
Porém hoje estava eu a assistir uma palestra sobre museologia e educação ( galera eu amo amar a Muselogia) e tive um devaneio filosofal e epistemológico e decidi postar aqui no blog.
Sabem eu estava pensando em usuários de arquivo e o público de museu, isso foi me corroendo e aí me bateu uma ideia meio maluca.
Sintam só o meu questionamento: - Quando ocorrem visitas guiadas em arquivos, aquelas em que as professoras levam suas crianças para conhecerem o arquivo, então esses tipos de usuários poderiam ser classificados como público ou como usuário?
Parem para pensar, o público do museu ainda que utilizem a informação que recebem de uma exposição eles não vão ao museu para utilizar tacitamente a informação. Já o usuário de arquivo vai até ele para usar a informação, independe de sua utilidade jurídica administrativa, social ou acadêmica.
Já o visitante de uma visita guiada em arquivo ele se assemelha muito ao público do museu. Pois ele não vai usar a informação e sim conhecer os documentos, a história, a memória; assim como também o publico do museu.
Será que há então um novo ser estranho no arquivo? Não sei ainda se há pesquisa nesta área.
Galera não é nada acadêmico é só um pensamento meu.

Fiquem na paz de Deus e visitem o outro Blog o tema dele é diplomática e cemitério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário